Passaporte

  • 17 de junho de 2016

Desde o dia 6 de julho de 2015 os brasileiros contam com uma nova versão de passaporte, que possui validade maior e novos recursos de segurança.

Conheça todas as novidades deste novo modelo nas perguntas abaixo:

1 – Qual a diferença?
O prazo de validade agora é de dez anos -o dobro do anterior, que valia cinco. Tirar o documento também ficou mais caro: de R$ 156,07 passou para R$ 257,25. A capa ganhou um desenho com cinco estrelas que representam a constelação do Cruzeiro do Sul.

2 – É mais seguro?
Um novo padrão de criptografia foi adotado, o que garante mais segurança aos dados gravados no chip, segundo a Polícia Federal. Também há novas marcas-d’água nas contracapas, que mostram o mapa do Brasil sob radiação ultravioleta.

3 – Preciso trocar já?
Não. Só é preciso fazer um novo passaporte na data em que o documento for expirar (mas há países que exigem o documento com ao menos seis meses de validade).

4 – Posso trocar?
Mesmo que não esteja vencido, o passaporte pode ser trocado por qualquer motivo -se a pessoa quiser um que tenha mais tempo de validade, por exemplo. O antigo será cancelado, e é preciso pagar a taxa de R$ 257,25.

5 – É mais rápido?
A agilidade na hora de tirar o documento não muda. O sistema do site da Polícia Federal continua o mesmo.

6 – E se eu mudar muito?
Se houver mudanças na aparência, como ganho de peso ou troca de corte de cabelo, não é preciso alterar o passaporte. Mas pode haver problemas com vistos já emitidos ou na recepção em determinados países.

7 – E as crianças?
Somente quem tem mais de 18 anos tem passaporte com validade de dez anos. Para os menores, a duração varia entre um e quatro anos.

8 – Já paguei, e agora?
Desde 6 de julho, todas as pessoas que se dirigirem à Polícia Federal para renovar o passaporte já receberão o novo documento -independentemente da data em que tiverem pago a taxa, mesmo se o pagamento tiver sido efetuado sob o valor antigo.

9 – Os vistos mudam?
A regra continua a mesma: o passaporte antigo tem todas as páginas canceladas, exceto aquelas com os vistos ainda vigentes. Nesse caso, é preciso que o viajante carregue consigo na viagem o passaporte novo e o velho.

10 – Tem mais espaço?
A mudança não afetou o número de páginas destinadas a vistos e carimbos. Apesar de a validade ter sido dobrada, o espaço é o mesmo.

Fonte: Folha de S. Paulo